A igreja de Santo António que primitivamente invocou também Nossa Senhora das Mercês terá sido construída no século XVI, época de pleno florescimento da aldeia do Penedo.

Na esguia e sóbria frontaria destaca-se o portal encimado por um clássico frontão triangular, ao qual se sobrepõe um nicho onde se preserva uma imagem do santo padroeiro. No interior, de nave simples, destaca-se o revestimento integral das paredes com azulejos de tipo tapete policromos (cerca de 1628), enquadrando sete painéis figurativos que representam alguns passos da hagiografia do santo lisboeta. A abóbada de canhão que cobre a nave encontra-se ornada com caixotões relevados de estuque colorido. Um bem lançado arco triunfal conduz à capela-mor, cuja feição e decoração azulejar atuais remontam, muito provavelmente, a 1647, ano em que foi instituída por Francisco Nunes Dias: ESTA CAPELA HE DE FRAMSIS / CO NVNES DIAS E DE SVA MOLH / ER MARIA DOS ANIOS GONCALV / ES PERPETVA A qVAL CAPELA D / OTARÃO TRINTA ML RES DE FO / ROS NA FORMA qVE DECLAR / A A ESCRITVRA EN TRINTA DE I / ANEIRO DE 1647 ANNOS.

Ir para o topo