O parque de Monserrate situa-se na aba Norte da Serra de Sintra e ocupa uma área aproximadamente de 50 hectares. Esta propriedade era, no século XVIII, da Família Melo e Castro que, em 1790, a arrendou ao comerciante inglês Gerard Devisme que ali construiu um palacete neogótico e tratou de dotar a quinta de um parque botânico que se desenvolveu mais tarde, quando o subarrendou a William Beckford, tendo sido, então, reformado e transformado num verdadeiro espaço paisagístico que, mais tarde, Sir Francis Cook iria renovar no grandiloquente jardim que hoje conhecemos.

Em 1809, já depois da partida definitiva de Beckford, foi visitado por Lord Byron que lamentou já o estado de abandono, quer do palacete, quer do parque botânico quer o arruinado castelinho neogótico viria a ser adquirido pelo também inglês Sir Francis Cook que reconstruiu o edifício ao gosto orientalizante segundo desenho de Thomas Knowes (pai e filho), contratou ainda James Burt para recuperar e redesenhar os jardins.

Burt dedicou-se à recriação de ambientes de várias partes do globo, aproveitando sobremaneira as condições naturais da propriedade que lhe permitiu a construção de um parque cénico, com mais de 1000 plantas exógenas introduzidas. A paisagem assim criada com enorme profusão de espécies subtropicais mereceu ter sido considerado, no período vitoriano, como um dos mais notáveis jardins exóticos do mundo.

O jardim principal e as áreas ajardinadas adjacentes, que incluem o famoso vale dos fetos e a cascata artificial que Beckford construíra. O jardim propriamente dito ocupa cerca de 15 hectares envoltos por pinhais bravios (Pinus pinastes) e mansos (Pinus pinea), bem como por um generoso coberto de carvalhos cerquinhos (Quercus faginea) e carvalhos escarlate (Quercus coccinea), sobreiros (Quercus suber), adernos (Phyllirea latifólia), medronheiros (Arbustus unedo) e cedros do Buçaco (Cupressus lusitânica) e os infestantes eucaliptos.

Todo este coberto vegetal é alimentado por dezenas de nascentes organizadas num complexo sistema de rega que contempla, ainda, três represas.

Tutelado pelos Serviços Florestais depois da aquisição da Quinta de Monserrate pelo Estado português foi, por despacho conjunto dos Ministros da Agricultura e do Ambiente e Recursos Naturais, de 21 de julho de 1994, gerido pelo Instituto da Conservação da Natureza, tendo integrado, aquando da sua criação a Parques de Sintra Monte da Lua que detém, atualmente, a sua gestão.   

Listagem das espécies botânicas existentes

Ir para o topo